Técnico Auxiliar de Geriatria

28/02/2010 Uncategorized

O número de idosos é crescente em todo o mundo, nosso pais não é excepção. A população idosa aumenta a uma velocidade vertiginosa e dentro dela o número dos “O mais velho velho” (mais de 85 anos). Com esta nova realidade surge um grande desafio; como manter este número crescente de pessoas idosas em actividade, promovendo um projecto de desenvolvimento pessoal de sucesso que ao mesmo tempo os apoie na sua multiplicidade de problemas, com que se deparam no seu dia-a-dia.
O envelhecimento não é uma doença, apesar de a ele poderem estar associados problemas funcionais, multipatologias, adversidade social ou ausência de comunicação, é uma realidade multidisciplinar e como tal precisa de uma resposta global. Resposta essa que tem que ser dada nos lares, nos domicílios, nos centros de dia, na comunidade em geral. Este será o grande desafio da sociedade do século XXI.
A Geriatria é hoje considerada uma área em grande crescimento, pelo aumento da esperança de vida, associado a um maior poder de compra, este tipo de serviços de apoio a idosos terá cada vez mais procura. Ao contrário de outros países, Portugal só agora começou a investir nesta área, por isso muitas serão as oportunidades de construir um percurso profissional ligado à Geriatria. Nos lar idosos os preços podem ser diversos, dependendo do tipo de tratamento ou intervenção realizada.
A E.M.M.A., bem como outras entidades formadoras, pretendem dar o seu contributo formando profissionais de proximidade que se consigam integrar no espírito de apoio à pessoa idosa, que consigam integrar equipas multidisciplinares que actuem em Lares, em Centros de Dia, no Apoio Domiciliário ou noutros projectos que visem a promoção da qualidade de vida da pessoa idosa.
O Técnico Auxiliar de Geriatria terá de ser alguém com múltiplas competências, para dessa forma poder auxiliar todos os profissionais que actuam nesta realidade. A sua formação inclui o ensino das técnicas de apoio à pessoa idosa, das manipulações de massagem e técnicas de trabalho corporal, da anatomia, da fisiologia e da fisiopatologia. Da mesma forma, levará à compreensão da importância dos cuidados de higiene, da mecânica corporal, da mobilização e transferência de doentes, das práticas da actividade e da ética profissional, do desempenho em equipas multidisciplinares no contexto dos lares, centros de dia e equipas de apoio domiciliário.
No final da acção de formação os formandos estarão dotados dos conhecimentos técnico-práticos necessários para desenvolverem a sua actividade de forma eficaz e adequada. Desenvolverão igualmente uma visão alargada e actualizada sobre o fenómeno da Geriatria e Gerontologia.

Apenas membros podem comentar. Login ou Registe-se!
Alice Lameiras Salgueiro
15/01/2011
Responder

Gostel muito da informação fornecida da vossa pagina gostaria muito de trabalhar com idoso, e tirar um curso de técnico auxiliar de Geriatria, mas neste momento a minha situação financeira não é muito favoravel.
Cumprimentos
Alice Salgueiro