Como lidar com surtos de Covid-19 em Lares de Idosos

16/01/2021 Noticias

Os Lares de Idosos têm vindo a ser fustigados pela pandemia e os surtos de Covid-19 ocorrem por todas as estruturas para pessoas idosas por todo o país. Neste artigo pretendemos abordar tudo o que deve fazer para lidar com um surto de Covid-19 no seu lar de idosos.

Porque ocorre surtos de Covi-19 em lares de Idosos em Portugal?

Os lares em Portugal estão organizados de forma a albergar cada vez mais e mais idosos, e a distribuição destes é feita por quartos com 2 ou até 4 utentes.

Depois existem as salas de convívio e o refeitório onde se reúnem todos os residentes.

Se não forem tomadas medidas de higienização e utilização de proteção como máscaras e distanciamento social basta um dos elementos dos cuidadores ou até de um idoso que esteja infetado e assintomático para que um surto tenha repercussões inimagináveis.

Por vezes é difícil incentivar os idosos a usarem máscara, mas mesmo que só uma parte o faça a proteção vai ser superior.

surto covid 19 em lares de idosos

Porque ocorre tantas mortes perante surtos de Covid 19 em lares de idosos

A esperança média de vida em Portugal têm aumentado consideravelmente e em todas as estruturas residenciais para pessoas idosas a média de idades em muito casos é de 85 ou até 90 anos.

Perante o fator idade e as outras doenças que fazem parte do historial clinico, basta o vírus de de SARS COv-2 para provocar um desequilíbrio do já frágil estado de saúde para resultar no número de mortes que infelizmente fazem manchete nos jornais diariamente em Portugal.

Como atuar perante um surto de Covid -19 em lar de idosos

Até agora e desde que foi declarado a pandemia global os lares restringiram as visitas e tiveram que se reinventar com mais medidas de higiene emanadas pela DGS bem como a utilização de Mascaras cirúrgicas ou FFP2, as mais recomendáveis  ,por parte nos auxiliares que prestam cuidados aos idosos.

Mas quando o Vírus entra e infecta os idosos ou exista suspeita  de um caso de Covid 19 deve tomar medidas que passamos já de seguida a explicar como atuar.

Como deve requerer a testagem massiva dos residentes de lar

covid 19 testes

O procedimento que deve fazer é contactar com o representante da saúde pública da sua área onde se insere o lar e reportar a suspeita de casos de Covid-19.

A Autoridade de saúde vai programar a testagem de utentes e todos os funcionários para ver onde existe foco de Infeção.

Se quer resultados mais rápidos pode já adquirir teste Rápidos de Covid-19 para despistar alguma suspeita de infeção em algum dos seus idosos ou funcionário do lar. Estes custos ficam a cargo da instituição.

Se querer saber preços deste testes Rápidos visite um simulador da Quilaban

Como proceder perante casos positivos de Covi-19 em lar

Se os testes realmente derem positivos no caso dos funcionários que o estejam devem ficar isolados em casa.

No caso de tiver idosos positivos e infetados com o Vírus Sar Cov-2 deve desde logo isolar os positivos dos negativos. Deve desde logo escolher um piso se for o caso ou até uma ala das instalações para colocar os positivos e outra os negativos.

Nesta altura está fora de questão os idosos permanecerem seja na sala de convívio ou no refeitório e devem sim permanecer nos quartos.

Estão a existir casos de funcionários que mesmo positivos e desde que assintomáticos optam por ficar na instituição e isso pode aceitar, mas esse funcionário apenas pode tratar de utentes positivos.

Quando vou ter a visita da saúde pública nas minhas instalações?

Assim que tiver todos os resultados do teste covid-19 vai receber a visita de uma equipa da saúde publica constituída por elementos da segurança social, da equipa de saúde publica (normalmente uma medica responsável que vai ser o seu elo de ligação e ajuda) e elementos da proteção civil.

Esta equipa vai desde logo quer saber qual o número de infetados da parte dos utentes e do seu quadro de pessoal.

Desde logo dever ter esta listagem preparada com a listagem de Utentes e quais os positivos e negativos  e o seu quadro de pessoal com os respetivos positivos.

Por norma esta lista demora a fazer pois os resultados dos testes saem um a um e não todos ao mesmo tempo.

Perante o cenário geral e se tiver falta de pessoal pode ser adicionada um equipa de intervenção rápida para ajudar a prestar cuidados aos seus utentes.

Como requerer apoio da equipa de intervenção rápida da cruz Vermelha?

Por norma na reunião com a autoridade de saúde é avaliado a necessidade de acionar as equipas de intervenção Rápida da cruz vermelha e isso é feito pela segurança social.

Mas atenção por norma estas equipas só estão 8 dias na sua instituição com a possibilidade de renovação por mais 8 dias.

Por isso deve ao mesmo tempo proceder à contratação de mais pessoal e recorrer até a bolsas de voluntariado para ajudar a prestar cuidados aos seus utentes. Pode ainda requerer perante o centro de emprego mão-de-obra no âmbito do Apoio ao Reforço de Emergência de Equipamentos Sociais e de Saúde.

Como proceder ao isolamento dos casos positivos nas suas instalações?

Os elementos da saúde pública vão ajudar na implementação do plano de separação dos casos positivos e negativos.

Um conselho é ter uma planta do seu edifício para dilenear o plano, mas em linhas gerais é o seguinte:

Desde logo vai ser pedido para arranjar um espaço apenas destinado aos casos positivos, ai vão ser estabelecidos circuitos limpos e sujos. Estes circuitos serão o local de passagem de lixo no caso de sujo e os limpos serão os locais onde os seus colaboradores circulam antes de entrar na ala/ piso covid-19 positivo da sua instituição .

Vou ter que transferir os utentes negativos para outro espaço?

Esta era uma medida que no inicio da pandemia era adotada ao retirar os negativos para um hotel por exemplo e depois veio a mostrar-se ineficaz pois teriam que ter pessoal alocado a tratar dos negativos e nesta altura toda a ajuda é necessária na sua instituição.

Já para não falar que muitas das vezes os negativos acabam por testar positivo posteriormente .

Por isso a opção atualmente é nas instalações de cada lar de idosos com surto de covid-19 ,separara os positivos dos negativos por alas ou pisos .

Como armazenar o lixo dos utentes infetados por covid-19 em lares de idosos?

Este vai ser um dos grandes custos par alem dos EPI , durante um surto não pode colocar o lixo no contentor do lixo normal.

Os resíduos devem ser armazenados em contentores próprios para lixo contaminado e para isso existem várias empresas são elas

Such

Canno Hygiene

Ambipombal

Entre em contacto com estas empresas que tratam de resíduos hospitalares perigosos para lhe fornecerem este serviço.

Esta vai ser uma exigência da saúde pública ,pois não querem resíduos contaminados no lixo doméstico com risco de contaminar. Já por si as pessoas que fazem isolamento na própria casa  têm de depositar o lixo nestes espaços.

Como fornecer a alimentação da sua instituição?

Agora que possui casos positivos no seu lar de idosos, os talheres e loiça devem ser desinfetados antes de sair do piso ou ala Covid onde estão os positivos para evitar o risco de contaminação do pessoal da cozinha.

Para saber quais os desinfetantes adequados 

Se possui casos de Covid-19 positivos no pessoal da cozinha pondere contratar serviço de alimentação ao exterior, este por norma já vêm preparado em recipientes próprios e descartáveis por vezes.

Como proceder para lavar a roupa da sua instituição?

Durante o surto a roupa da cama dos utentes e a que usam diarimente deve ser alvo de cuidados pelo pessoal da lavandaria.

Veja neste Manual da DGS os cudados a ter com a Roupa

Se tiver pessoal infetado no serviço de lavandaria pode optar por contratar serviços de lavandaria no exterior.

Uma empresa que preta já serviços para uitos hospital a a elis decerto vai ter a melhor opção para o seu caso.

Qual o material de proteção que deve ter para os seus funcionários?

epi covid 19

Nesta fase os seus funcionários vão prestar cuidados a pessoas positivas para covid 19 e deve ter Equipamentos de proteção individual (EPI).

Esta é por vezes uma lacuna de muitas instituições pois apenas possuem batas , viseiras e Mascaras cirúrgicas. Desde logo estas não chegam deve ter mascaras FFP2 ou KN95 e fatos de proteção completo aqueles todos brancos e com proteção da cabeça.

A mudança das mascaras devem ser de 4 em 4 horas e não andar um turno completo com a mesma por exemplo.

Para ficar esclarecido acerca do que ter na sua instituição veja as recomendações das EPIS por parte da DGS

Veja como devem ser vestidos os EPI nos vídeos abaixo

Qual a medicação que deve adquirir e ter disponível?

A Covid-19 é uma doença que é tratada mediante sintomas, em caso de pode administrar paracetamol por exemplo, por faça um stock consideravel desta medicação.

O que aconselhamos a adquir em grande quantidade é medicação anti diarreica  pois há relatos de muitos idosos com diarreia quando infetados.  Amelhor é UL-250 e o Imodium.

Adquira mais oxigénio portátil?

Um dos problemas da covid -19 é quando provoca a falta de ar nos utentes positivos e nesta altura é necessário recorre a oxigénio. Por norma os lares de idosos podem ter um bal de oxigénio portátil mas isso não vai ser suficiente pois podem agudizar váriso dos seus utentes ao mesmo tempo.

Opte por adquiri varias balas de oxigénio portátil existem empresas que fornecem aos Lares.

Vital Aire

Nippon Gases

Linde

Gasin

A oferta é basta, existem algumas desta empresas que precisam de credencial passada pelo medico de família, outras colocam o oxigénio mediante o pagamento de aluguer de vasilhame mensalmente e cada reabastecimento paga um valor

Ouras das opções mais económicas  a longo prazo é adquirir concentradores de oxigénio portátil, mas atenção que esta solução não é indicada para casos com necessidade de alto débito de O2.

Está na altura de contratar mais auxiliares de ação direta para o seu lar

Como sabe pode ter a ajuda de equipas de intervenção rápida da cruz vermelha , mas apenas por oito dia e renovar por mais 8 e ao fim deste tempo vai ter de assegurar o trabalho.

Por isso logo que detete o surto de Covid no seu lar de idosos opte por proceder à contratação de mais funcionários para prestação de cuidados pois a sua equipa vai estar diminuída.

Cuidados a ter nas instalações fechadas?

O ar deve ser renovado constantemente , segundo a DGS cerca de 6 renovações de ar por hora , é as indicações para arejar espaço fechados frequentados por pessoas com Covid-19 positivo.

Agora quando vou receber a Vacina contra a Covid-19?

Se tem casos de Covid-19 ou um surto não vai ser abrangido para já pela vacinação contra a covid-19.

O que está dileneado é para só quando estiverem todos curados na sua instituição e após 14 dias de contacto com casos positivos um dos critérios presentes nos consentimentos informados que estão a chegar a todas as ERPI antes de cada vacinação.

Relembramos que a vacinação é feita por equipas exteriores(Task Force Covid) a instituições que vem em certo dia e fazem a vacinação.

Apenas membros podem comentar. Login ou Registe-se!