Lares ilegais geram milhões de receitas sem pagar impostos

12/04/2011 Uncategorized

São noticia constantes nos média a realçar, que são muitos os lar de idosos a funcionar clandestinamente e a gerar milhões  e milhões de euros de receitas sem imposto. Sendo estes lares ilegais os impostos que deveriam entrar nos cofres do estado, não entram, existem referências da Associação de apoio Domiciliário, Lares e Casas de Repouso de Idosos (ALI), traçando que o movimento clandestino deste negócio centra-se nos 31 milhões de euros.
Passou á muito pouco tempo uma noticia na Tv a realçar um episódio deprimente, onde quatro idosos foram encontrados mortos num lar ilegal na zona da Charneca da Caparica, onde este lar foi de imediato encerrado pelos serviços da Segurança Social. Esta noticia veio uma vez mais reforçar o dilema dos lar ilegais em Portugal.
Fontes da Segurança Social apresentam um número aproximado de 70 lares ilegais fechados todos os anos em Portugal.
Contudo fica a questão no ar, quantos lares ilegais ainda existem em Portugal, sem pagar imposto, a praticar preços entre 15 a 20% mais baixos que os lares legais e a prestarem um serviço onde as condições de higiene e segurança necessárias para uma boa qualidade de vida do idoso não se processa?
 

Apenas membros podem comentar. Login ou Registe-se!