Complemento solidário vai beneficiar mais idosos


16/12/2015 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Noticias


casal de idosos

Uma nova medida aprovada pelo Governo vai abranger mais beneficiários com Complemento solidário para idosos .

Esta nova medida aprovada no dia 16 de Dezembro de 2015 ,no debate quinzenal do governo, vai contrariar a tendência de diminuição que se vem a sentir ao longo de Três anos no número de  idosos que usufruem deste apoio social.

Segundo dados da Segurança Social no período entre 2012 este ano os idosos que usufruíram desta ajuda desceu de 236 mil para 166 mil.

 

Qual a razão para a diminuição do número de beneficiários?

Aumento da idade para usufruir deste benefício ;

Descida do valor de referência de 5022 € para 4.909 € do valor dos rendimentos anuais de reforma.

 

Mas este valor pode sofrer uma reviravolta porque foi aprovado pelo governo a devolução do complemento solidário para idosos.

O que vai significar a devolução do CSI?

Com esta medida o tecto máximo para usufruir do complemento solidário para idosos volta para os 5022 €/anos de rendimento oriundos da reforma, pelo que vai abranger maior número de idosos.

Este apoio social é uma mais valia para todos os idosos e para as famílias, pois este destina-se apenas a quem tem baixos recursos económicos, reformas inferiores a 410 euros.

No caso particular dos lares de idosos, esta nova medida vai tirar um peso de cima das famílias que tinham de comparticipar com a mensalidade do lar do seu familiar. Mas agora com esta devolução deste complemento, os familiares vão poder usar esse dinheiro para outras despesas familiares.

Ainda está previsto pelo novo governo a actualização do valor de reformas para 2016 que pode representar melhores noticias para quem tem reformas com valores mais baixos.

Comentários / Feddback deste Lar